Estamos a quebrar o tabu

Questões incómodas

Os piolhos são perigosos para a saúde humana?clique para
abrir

Uma picada de piolho causa uma comichão desagradável, irritante, e uma sensação de queimadura na pele. Prejudica a concentração e ocasiona piores resultados na aprendizagem. O coçar contínuo das zonas com comichão na cabeça causa irritação da pele e infeções bacterianas. A saliva e as fezes do parasita também podem causar uma reação alérgica que se manifesta por um eritema na nuca e alterações da pele perto do nariz e boca. A infestação com piolhos tem também consequências negativas nos aspetos pessoal e social. Causa um forte stress no indivíduo infestado e a consciência da percepção negativa.

Os piolhos causam comichão?clique para
abrir

A comichão na cabeça pode ser, mas não tem de ser um sintoma de infestação com piolhos. Além disso, nem todos os sujeitos infestados com piolhos têm comichão. A comichão na cabeça pode ter várias causas:
1. Durante a picada na pele o piolho introduz saliva na ferida, que causa uma comichão irritante e uma sensação de queimadura,
2. A saliva e as fezes do parasita podem causar o desenvolvimento de uma reação alérgica, que aumenta a sensação de queimadura e comichão na pele. Em indivíduos sensíveis, propensos a alergias, pode ocorrer uma vermelhidão visível na linha do cabelo e atrás das orelhas,
3. Acontece que o simples pensamento em parasitas causa comichão e o coçar espontâneo da cabeça.

Como se propagam os piolhos?clique para
abrir

1. Os piolhos vivem apenas nas cabeças do ser humano.
2 Os parasitas não conseguem saltar ou voar.
3. Os piolhos não são transportados pelos animais de estimação.
Os piolhos espalham-se por contacto direto, quando a cabeça em que vivem entra em contacto com a cabeça de outra pessoa. As atividades de recreio, os locais de campismo e campos de verão, proporcionam a propagação dos piolhos. As pessoas também podem ser infestadas com piolhos na escola, local onde existe uma forte oportunidade destes se espalharem. As infestações ocorrem frequentemente através do uso partilhado de pentes, escovas e elásticos para o cabelo, almofadas, toalhas, chapéus, cachecóis e roupa.

Como verifico se o meu filho tem piolhos?clique para
abrir

A melhor forma é a inspeção regular e pentear o cabelo com um pente de dentes finos, e a descoberta direta de piolhos e lêndeas no cabelo. Também se deve prestar atenção à aparência do couro cabeludo. A infestação com piolhos é acompanhada por uma vermelhidão da pele na cabeça – especialmente atrás das orelhas e na linha do cabelo; podem também aparecer pequenas pápulas e escoriações, que se desenvolvem devido ao coçar da pele com comichão.

Posso proteger o meu filho contra os piolhos?clique para
abrir

Infelizmente, isso não é possível. Estima-se que quase todas as crianças em idade pré-escolar e escolar têm pelo menos uma infestação com piolhos. Os piolhos não são exigentes, infestam indiscriminadamente cabelo limpo e sujo, curto e comprido, encaracolado ou liso, independentemente da cor. Se alguém no ambiente da criança estiver infestado com piolhos, as possibilidades do seu filho também ter piolhos são elevadas. Por isso, o cabelo da criança deve ser inspecionado e penteado regularmente com um pente de dentes finos e, no caso de encontrar piolhos, o tratamento deve ser iniciado imediatamente, antes do número de parasitas aumentar.

Posso ficar com piolhos através do contacto com roupa de cama ou toalhas?clique para
abrir

A vida dos parasitas como os piolhos está intimamente relacionada com os humanos - o hospedeiro. Se os piolhos saírem da cabeça de um indivíduo infestado, podem sobreviver fora do corpo humano de 24-48 horas e depois morrerão. A infestação com piolhos através da utilização partilhada de pentes, escovas e elásticos para o cabelo, almofadas, toalhas e cobertores, chapéus, cachecóis e vestuário é portanto provável.

Posso apanhar piolhos apenas na escola ou no infantário?clique para
abrir

Os piolhos são transferidos mais frequentemente através do contacto direto de uma cabeça humana com outra. Esses contactos são bastante comuns nas escolas. Contudo, os piolhos podem ser adquiridos em qualquer lugar e de qualquer pessoa, p. ex. locais de acampamento , transportes públicos, isto é, em qualquer local onde existam aglomerados de pessoas onde o contacto físico entre elas seja possível.

A lavagem do cabelo remove os piolhos?clique para
abrir

Não. A lavagem do cabelo não é útil em caso de infestação com piolhos. Tanto as lêndeas como os parasitas adultos suportam bem uma imersão em água e o efeito de um champô vulgar.

O que fazer quando ficamos infestados?clique para
abrir

Iniciar imediatamente o tratamento. Para que o tratamento contra os piolhos seja eficaz, é melhor realizar o tratamento simultaneamente em todas as pessoas no ambiente imediato que possam ter estado em contacto com os parasitas. Contudo, os animais de estimação não precisam de ser tratados – eles não são infestados com os piolhos humanos. O apartamento deve ser cuidadosamente limpo, já que os piolhos sobrevivem fora do couro cabeludo humano por até dois dias - na roupa de cama, cobertores, vestuário, móveis estofados. As coisas que não podem ser lavadas, p. ex., colchas, brinquedos de peluche, etc., devem ser bem fechadas em sacos de plástico durante vários dias. As lêndeas, contudo, podem sobreviver até duas semanas fora do hospedeiro. Consequentemente, os locais onde o cabelo de uma pessoa infestada possa estar presente, tais como carpetes, cadeirões e sofás (e também estofos do automóvel) devem ser cuidadosamente aspirados. Todos os artigos de higiene do cabelo (escovas, pentes, elásticos para o cabelo, etc.) devem ser desparasitados ou substituídos.

Com que rapidez pode uma pessoa ser novamente infestada depois de um processo de desparasitação eficaz?clique para
abrir

Imediatamente. Um processo de desparasitação eficaz não significa adquirir resistências contra outra invasão de parasitas. Encontrar piolhos vivos depois do tratamento significa que o processo de desparasitação foi ineficaz. As causas podem ser variadas:
1. resistência dos piolhos à preparação aplicada.
2. aplicação de quantidade insuficiente da preparação para eliminação dos piolhos. Tal situação pode ocorrer no caso de cabelo comprido e espesso. O processo deve então ser repetido seguindo estritamente as instruções do fabricante.
3. Nova infestação com piolhos. Vale a pena verificar o cabelo de todos os membros da família para descartar essa possibilidade.

Não há que ter vergonha.

Devemos lembrar-nos que:

Os piolhos não são uma coisa de que deva ter vergonha. Muitas crianças apanharão piolhos mais cedo ou mais tarde, algumas mesmo várias vezes, e não há nada que se possa fazer. Em vez de permanecer calado por vergonha, é melhor partilhar a experiência desse problema com outros pais e ajudarem-se mutuamente.

A infestação com piolhos não significa que a criança e os pais não se preocupam com a higiene. Os piolhos não discriminam: infestam tanto o cabelo limpo como o sujo. Por esta razão, ninguém pode ser acusado de haver qualquer relação entre os piolhos e o seu nível de higiene.

A infestação com piolhos não é culpa de ninguém – todas as crianças que têm piolhos foram infestadas por outra criança e, muito provavelmente, vão transferi-los para outra pessoa.

A eliminação eficaz da infestação com piolhos baseia-se em três princípios:

abordagem abrangente – realização do tratamento em todos os membros da família

ação simultânea – planeamento do tratamento ao mesmo tempo em todas as crianças na escola / aula / grupo

informar os outros sobre a possibilidade de infestação – fazendo um mapa de verificação de contactos

A eliminação da infestação com piolhos, tanto numa criança como no seu ambiente, é indispensável para descartar uma nova infestação.